HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
 
  Home | Notícias | Fale Conosco
Home
O Hospital
Gestão
Centro de Estudos
Comunicação Social
CCIH
Ouvidoria
HFB Ciência
Sua Saúde
Links
Recursos Humanos


  você está aqui > Home > CCIH
CCIH - Comissão de Controle de Infecção Hospitalar


Funções e Atividades da CCIH



A Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), formada por membros executores e membros consultores, realiza atividades de prevenção e controle de infecção hospitalar no Hospital Federal de Bonsucesso, desde o ano de 2000.

Os membros executores são profissionais altamente especializados em prevenção e controle de infecção hospitalar, sendo, atualmente, integrados por quatro infectologistas (dois doutores, e dois especialistas), um epidemiologista (mestre) e três enfermeiros (um doutor e dois especialistas). Os membros consultores são representantes de diversos setores do Hospital, como Direção-Geral, Administração, Hotelaria, Gerência de Risco, Enfermagem, Clínica Médica, Clínicas Cirúrgicas, Unidades Intensivas, Engenharia, Saúde do Trabalhador, Nutrição, Unidade Coronariana, UPG, Enfermagem do CTI, Central de Esterilização, Nefrologia/Transplante, Central de Material, Farmácia e Laboratório de Microbiologia. Os membros executores se reúnem semanalmente e toda a Comissão mensalmente. Nessas reuniões, é elaborado e constantemente avaliado o programa anual de atividades.

A CCIH realiza atividades de vigilância epidemiológica em setores críticos (unidades intensivas de adulto, da emergência, coronariana, neonatal e pediátrica), através da metodologia NNISS (National Nosocomial Infection Surveillance system), desenvolvida pelo CDC (Center for Disease Control and Prevention) americano e mundialmente utilizada; e, de unidades não críticas (demais leitos do HFB), através de estudos de prevalência de base bimestral/trimestral. A partir de outubro de 2004, a CCIH iniciou também uma vigilância passiva de infecção hospitalar em todas as clínicas, deste modo estamos investigando a incidência de infecção hospitalar em todo o HFB.

A vigilância microbiológica é realizada diariamente tendo como base todos os resultados do laboratório de microbiologia. São elaborados gráficos com a freqüência dos microrganismos, geral e por setor do HFB, determinando-se o nível endêmico, limite máximo esperado e projeção para o mês subseqüente. Solicita a instituição de medidas de precaução na identificação de microrganismos multirresistentes ou naqueles de risco de transmissão intra-hospitalar. Desta forma, monitora e controla a ocorrência de surtos de infecção hospitalar. Determina-se também o perfil de susceptibilidade dos microrganismos aos antimicrobianos, em todo o Hospital e por setor, e, esses perfis são utilizados para a composição da política de utilização de antimicrobianos da CCIH-HFB. Ao longo de 2000-2005, verificamos a necessidade de implementação de melhorias no diagnóstico microbiológico que vem ocorrendo gradativamente. A CCIH-HFB tem tido apoio do Departamento de Bacteriologia do Instituto Oswaldo Cruz e do Laboratório de Enterococcus spp., no Instituto de Microbiologia da UFRJ na análise molecular de cepas multirresistentes ou envolvidas em situações epidêmicas, objetivando a detecção de fontes e vias de transmissão comuns que pudessem ser preveníveis.

A ocorrência de multirresistência é um problema mundial, não das instituições isoladamente, mas um problema sério de saúde pública. Os indicadores demonstram a necessidade de monitoramento continuado no HFB e da participação de todos. A higienização das mãos antes e após o contato com pacientes e superfícies hospitalares é a medida básica essencial para a prevenção da transmissão cruzada de microrganismos. A CCIH-HFB realiza constantemente atividades de educação continuada e divulga em seus murais, distribuídos em todos os setores do HFB, orientações nesse sentido.

O controle do uso de antimicrobianos é realizado tendo como base as fichas de notificação e dados de consumo da Farmácia. A partir da ficha de notificação de uso de antimicrobiano, os infectologistas da CCIH orientam os médicos que prescrevem. Além disso, os infectologistas emitem parecer em diagnóstico e tratamento de infecção Hospitalar e infectologia em geral. Desta forma, o consumo de antimicrobianos no Hospital está indo ao encontro da política de utilização desenvolvida pela CCIH e divulgada para todo o Hospital. No ano de 2005, foi realizado o primeiro curso de antibióticos ministrado aos profissionais da instituição.

A elaboração e implementação de rotinas de prevenção, diagnóstico e tratamento de infecção hospitalar é uma das atividades mais importantes da CCIH. O Manual de Prevenção e Controle de Infecção Hospitalar do HFB contém mais de 90 rotinas, que são constantemente atualizadas e emitidas para todos os setores. Essas rotinas são também divulgadas no site do Hospital. No ano de 2005, foram confeccionadas novas pastas, contendo todas as rotinas, que foram novamente emitidas aos setores do HFB. Para a implementação das rotinas, a CCIH realiza atividades regulares de educação continuada, diariamente emite orientações e, atua junto aos setores para contribuir na implantação das mesmas. Através de visitas de inspeção aos diferentes setores do Hospital com elaboração de relatórios e emissão desses aos responsáveis, a CCIH inspeciona o cumprimento das recomendações, visando contribuir para a melhoria da qualidade na assistência.

A CCIH realiza também atividades de suporte a diversos setores tais como engenharia, arquitetura, hotelaria, nutrição, central de material, farmácia, laboratório de microbiologia, rouparia e banco de sangue, visando contribuir para as ações que estão direta ou indiretamente ligadas à prevenção e controle de infecção hospitalar. Entre essas, estão as atividades de monitoramento da qualidade microbiológica de água potável, filtrada, destilada e do sistema de hemodiálise do HFB. Em situações de não conformidades a CCIH solicita aos responsáveis a adoção das medidas cabíveis para a prevenção e controle de infecção. Outra atividade importante é o apoio à Hotelaria para a melhoria da qualidade da limpeza e desinfecção de superfícies hospitalares e para o gerenciamento de resíduos no hospital.

Outra atividade importante é o monitoramento prospectivo, desde junho de 2000, dos acidentes com material biológico ocorridos no HFB, treinamento dos profissionais responsáveis pelo primeiro atendimento (residentes da clínica médica e atualmente os profissionais do plantão médico), acompanhamento na CCIH dos profissionais acidentados, treinamentos de todas as categorias profissionais visando biossegurança, prevenção de acidentes e orientações sobre profilaxia pós-exposição e, apoio ao Setor de Saúde do Trabalhador para o desenvolvimento de campanhas de vacinação. A CCIH elabora relatórios em base regular e emite aos setores responsáveis pela Biossegurança de profissionais de saúde. Verifica-se a necessidade de treinamento continuado de todos aqueles recém admitidos no hospital e daqueles sob maior risco de exposição, assim como melhoria das condições para o acompanhamento.

As atividades de treinamento em serviço têm um grande aliado que é o setor de Educação Continuada de Enfermagem e atualmente o Centro de Estudos, aperfeiçoamento e pesquisa. No ano de 2005 iniciamos atividades de educação para atingir também a clientela externa (pacientes, visitantes e acompanhantes) através dos murais da CCIH, folderes e vídeo sobre infecção hospitalar.

Atualmente, estamos em contato com o Centro de Estudos, Aperfeiçoamento e Pesquisa visando contribuir oficialmente e efetivamente na formação dos residentes médicos, de enfermagem e farmácia do hospital. A CCIH há alguns anos é campo de estágio de residentes de farmácia e enfermagem do HFB, de saúde pública do NESC-UFRJ, de residentes de infectologia do Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas da FIOCRUZ e Instituto Estadual de Infectologia São Sebastião e de alunos de pós-graduação em infecção hospitalar da Universidade Gama Filho.

Estamos nos organizando também para a realização de atividades de pesquisa em infecção hospitalar no HFB, já tendo um projeto em andamento.

 

 


HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
Av. Londres 616 - Bonsucesso - Rio de Janeiro - CEP:21041-030

(21) 3977-9500
258022 visitantes