HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
 
Comunicação Social  Notícias |   Clipping | Vídeo | HFB Informa | Informe HFB
Home
O Hospital
Gestão
Centro de Estudos
Comunicação Social
CCIH
Ouvidoria
HFB Ciência
Sua Saúde
Links
Recursos Humanos
Programa de Diabetes


  você está aqui > Home > Comunicação Social > Notícias

006/009/2006

Doulas: Uma nova opção de parto

Por Bárbara Coutinho

Colocar um bebê no mundo é muito mais do que um fenômeno físico. Isso envolve uma gama de sentimentos e experiências transformadoras. Antigamente a parturiente era acompanhada durante todo o parto por mulheres mais experientes, suas mães, as irmãs mais velhas, vizinhas, geralmente mulheres que já tinham filhos e já haviam passado por esse momento. Depois do parto, durante as primeiras semanas de vida do bebê, estavam sempre na casa da mulher, cuidando dos afazeres domésticos, cozinhando e ajudando a cuidar das outras crianças.

Conforme o parto foi se modernizando e nossas famílias foram ficando cada vez menores, começamos a perder o contato com as mulheres mais experientes. Dentro de hospitais e maternidades, a assistência passou para as mãos de uma equipe especializada: o médico obstetra, a enfermeira obstétrica, o auxiliar de enfermagem, o pediatra, o anestesista e o instrumentador. Cada um com sua função bastante definida no parto. As novas tentativas de humanização na área da saúde resgatam essa antiga figura, agora chamada de “doulas”. Essa palavra vem do grego e quer dizer “mulher que serve”.

Existe um projeto da Obstetrícia do HGB para incentivar a participação de doulas voluntárias. Segundo Dr. Roberto Guimarães, chefe da Obstetrícia, o projeto está em fase inicial. “Vamos entrar em contato com a Coordenação de Atenção de Comunitária (CAC) para recrutar essas mulheres”, anuncia Dr. Gilberto que explica que antes de qualquer atuação é necessário que elas façam um curso preparatório para Doulas oferecido gratuitamente por algumas ONGS.

O que faz uma doula

como uma mulher, uma doula pode avaliar as necessidades da mãe melhor do que um homem. E como manter a calma em circunstâncias inesperadas;

contato próximo durante toda a gravidez certificando-se de que todas as perguntas e interesses são dirigidos e respondidos, além de dar informação sobre os riscos e os benefícios de todos os tipos de parto;

cuida do bem estar físico e emocional da mãe que está dando à luz;

a doula não executa qualquer procedimento médico, não faz exames, não cuida da saúde do recém-nascido.

As vantagens de ter uma doula

As pesquisas têm mostrado que a atuação da doula no parto pode:

diminuir em 50% as taxas de cesárea;

diminuir em 20% a duração do trabalho de parto;

diminuir em 60% os pedidos de anestesia;

diminuir em 40% o uso da oxitocina;

diminuir em 40% o uso de forceps.

Ainda não há doulas disponíveis na rede pública hospitalar, a única maneira de ter o acompanhamento de uma é contratando. Para mais informações, visite o site http://www.doulas.com.br/

Voltar

21/04/2019 - INAUGURAÇÃO DE SERVIÇO

21/04/2019 - COLOCAÇÃO DE PRÓTESE FONATÓRIA

21/04/2019 - DIA DO OBSTETRA

21/04/2019 - AÇÃO INTEGRADA PARA HOSPITAIS FEDERAIS

09/04/2019 - DIA MUNDIAL DA SAÚDE

09/04/2019 - OUVIDORIA EM FOCO

 

HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
Av. Londres 616 - Bonsucesso - Rio de Janeiro - CEP:21041-030

(21) 3977-9500
336946 visitantes