HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
 
Comunicação Social  Notícias |   Clipping | Vídeo | HFB Informa | Informe HFB
Home
O Hospital
Gestão
Centro de Estudos
Comunicação Social
CCIH
Ouvidoria
HFB Ciência
Sua Saúde
Links
Recursos Humanos
Programa de Diabetes


  você está aqui > Home > Comunicação Social > Notícias

008/25/2006

HGB na Campanha Nacional contra Poliomelite

Por Elaine Moreira

O Hospital Geral de Bonsucesso participa da segunda etapa da Campanha Nacional contra a Poliomelite – Paralisia Infantil. A Unidade vai disponibilizar neste sábado (26/08), um posto de vacinação, para que as pessoas possam levar as crianças que tenham até 4 anos, 11 meses e 29 dias.

 

O posto do HGB será multivacional, ou seja, terá mais de um tipo de vacina para ser aplicada. Quem estiver com as vacinas para difteria, tétano, coqueluche e rubéola atrasadas também poderá atualizar as doses. O Setor de Vacinação do HGB fica na Avenida Londres 616, Prédio 6/ Térreo, em Bonsucesso, e funciona das 9h às 17h.

 

A Poliomelite ou paralisia infantil é uma infecção viral aguda causada por um dos três poliovírus existentes. A infecção se transmite através do contato com um portador da pólio ou então com fezes humanas. Crianças na primeira idade são mais susceptíveis à doença e também os principais agentes de transmissão, mas os adultos também podem contrair pólio.

 

Conheça mais sobre a doença

 

O vírus penetra no corpo através da boca e percorre o corpo através do sistema sanguíneo. Se ele invadir o sistema nervoso central, ataca os neurônios motores e pode causar lesões que resultam em paralisia (poliomelite paralítica). Os braços e as pernas são mais freqüentemente afetados.

 

A maioria dos casos de contato com os pólio-vírus não resultam em sintomas clínicos ou apenas em sintomas leves, como dor de cabeça, garganta dolorida e febre ligeira; a recuperação completa ocorre em até três dias. Em casos de infecção grave (quando o sistema nervoso central é invadido), 50% dos pacientes também se recuperam completamente. Do restante, cerca da metade sofrem paralisia leve e os outros sustentam seqüelas severas e permanentes, algumas vezes necessitando de aparelhos ortopédicos para se locomoverem. A doença pode ser fatal no caso de infecção bulbar, quando a paralisia se desenvolve nos músculos da garganta e pode causar dificuldades respiratórias através do retorno dos conteúdos gástricos; cerca de 80% dos pacientes assim infectados, no entanto, podem se recuperar através de tratamento.

 

A poliomelite foi algumas vezes considerada uma doença dos países desenvolvidos, onde a higiene rigorosa reduziu a possibilidade de contato com o vírus durante a infância e por isso também reduziu a proteção proporcionada pelos anticorpos existentes no leite materno contra a doença, mas na realidade as taxas mundiais de ocorrência não demonstram esta seletividade.

Voltar

21/04/2019 - INAUGURAÇÃO DE SERVIÇO

21/04/2019 - COLOCAÇÃO DE PRÓTESE FONATÓRIA

21/04/2019 - DIA DO OBSTETRA

21/04/2019 - AÇÃO INTEGRADA PARA HOSPITAIS FEDERAIS

09/04/2019 - DIA MUNDIAL DA SAÚDE

09/04/2019 - OUVIDORIA EM FOCO

 

HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
Av. Londres 616 - Bonsucesso - Rio de Janeiro - CEP:21041-030

(21) 3977-9500
336582 visitantes