HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
 
Comunicação Social  Notícias |   Clipping | Vídeo | HFB Informa | Informe HFB
Home
O Hospital
Gestão
Centro de Estudos
Comunicação Social
CCIH
Ouvidoria
HFB Ciência
Sua Saúde
Links
Recursos Humanos
Programa de Diabetes


  você está aqui > Home > Comunicação Social > Notícias

009/25/2006

CAPEDI dá primeiros passos

Por Ana Elisa Moraes



O Centro de Atenção ao Pé Diabético (CAPEDI) foi inaugurado recentemente e já está dando seus primeiros passos. “Neuropatia Diabética Periférica e Atuação da Equipe Multiprofissional” foi o tema da Mesa-Redonda promovida pela equipe do CAPEDI, na ultima sexta-feira, dia 22. Terapeuta Ocupacional, Médico, Enfermeira e Fisioterapeuta abordaram a atuação de cada especialidade no atendimento ao usuário que, devido ao diabetes, tem problemas nos pés.

A Mesa foi conduzida pela enfermeira Elisabeth Kolblinger, que também é estomatoterapeuta do HGB e especialista em Dermatologia. Elizabeth lembrou que os profissionais não podem utilizar linguagem técnica, que o paciente não entenda: “Temos que adequar o vocabulário ao usuário para que ele saiba mais sobre o tratamento”.

Dr. Marcelo Oliveira Gomes, residente de Endocrinologia, definiu o pé diabético, as causas desta patologia, as formas de prevenção e o tratamento da doença. A fisioterapeuta e especialista em Neuropatia Diabética, Paloma Garrido, destacou que ainda é “muito escassa a participação desta especialidade com o pé diabético”. Em sua palestra, ela abordou a importância das orientações e exercícios para quem sofre da patologia.

A terapeuta ocupacional, Maria Edilene Vicente Lopes, supervisora do Programa de Hanseníase e dos Pólos de Prevenção e Tratamento de Incapacidades em Diabetes da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, falou da atividade da categoria. O terapeuta ocupacional faz avaliação geral, trabalha a educação em saúde, aborda o auto-cuidado, planeja e confecciona palmilhas e a adaptação de calçados.

Atenção familiar ajuda no tratamento

Marlei da Silva Alves, enfermeira do Pólo do Pé Diabético do Hospital da Lagoa, comentou o papel do enfermeiro na atuação da equipe multiprofissional dando orientações e fazendo avaliações de modo geral, principalmente com foco na glicemia, hipertensão, uso do cigarro, mudança de hábitos e curativos. “Sem o comprometimento da família, o tratamento se torna mais difícil”, ressaltou Marlei. “Cuidado de parentes na higienização das unhas, secagem das lesões e confecção de curativos contribuem na cicatrização da ferida e na não formação de outra lesão”, exemplificou a enfermeira.

Durante o encontro, foram lembradas questões como sensibilidade térmica e deformidade dos pés. Os profissionais ressaltaram que devido à doença a pessoa pode se queimar sem perceber. Por isso, o acompanhamento familiar no decorrer do tratamento foi novamente enfatizado por todos.

Segundo o enfermeiro João Carlos Gomes Bezerra e o fisioterapeuta Sandro Silva, ambos do CAPEDI, o resultado do evento foi satisfatório. “Cada profissional expôs sua área de trabalho e o quanto é complementada pelo trabalho do outro da equipe multiprofissional”, comentou João.  

O CAPEDI é o local em que as pessoas inscritas no Programa Educação em Diabetes do HGB têm atendimento especializado e, se for preciso, encaminhamento para clínicas como: Dermatologia e Cirurgia Vascular. Funciona no prédio 6, térreo.

Voltar

21/04/2019 - INAUGURAÇÃO DE SERVIÇO

21/04/2019 - COLOCAÇÃO DE PRÓTESE FONATÓRIA

21/04/2019 - DIA DO OBSTETRA

21/04/2019 - AÇÃO INTEGRADA PARA HOSPITAIS FEDERAIS

09/04/2019 - DIA MUNDIAL DA SAÚDE

09/04/2019 - OUVIDORIA EM FOCO

 

HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
Av. Londres 616 - Bonsucesso - Rio de Janeiro - CEP:21041-030

(21) 3977-9500
336957 visitantes