HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
 
Comunicação Social  Notícias |   Clipping | Vídeo | HFB Informa | Informe HFB
Home
O Hospital
Gestão
Centro de Estudos
Comunicação Social
CCIH
Ouvidoria
HFB Ciência
Sua Saúde
Links
Recursos Humanos
Programa de Diabetes


  você está aqui > Home > Comunicação Social > Notícias

10/13/2006

Dia do Fisioterapeuta e do Terapeuta Ocupacional

Por Thaís Martinelli

Em 13 de outubro é comemorado o Dia do Fisioterapeuta e do Terapeuta Ocupacional.  Atualmente, o HGB conta com 18 fisioterapeutas e 1 terapeuta ocupacional que trabalham em diferentes setores da Unidade, tais como UI Neonatal, CTI Adulto, Unidade Coronariana, Transplante, Ambulatório, entre outros.

Em 1969, quando a data começou a ser comemorada, foi regulamentado o Decreto Lei 938, que define como atividade específica do fisioterapeuta, o desenvolvimento e a conservação da capacidade física de um paciente, além de ser reconhecido como profissional de nível superior. 

O fisioterapeuta trata doenças e lesões causadas por acidentes, má-formação genética ou vícios de postura, seja prevenindo, reabilitando ou curando. A prevenção é considerada, inclusive, a primeira atribuição da fisioterapia, cujo profissional deve alertar e orientar o paciente sobre a necessidade de adotar procedimentos adequados em determinadas situações. A fisioterapia de reintegração ou reabilitação visa reintegrar a pessoa à sociedade. Geralmente, o fisioterapeuta estimula o potencial neurológico do paciente que sofreu lesões na área neurológica ou perdeu algum dos membros.

Já a fisioterapia curativa tem o objetivo de devolver os movimentos perdidos em decorrência de lesões graves ou restabelecer a força e a vitalidade dos músculos. Independente do tipo de intervenção, o fisioterapeuta pode atuar em vários ramos da Medicina como a Ortopedia, Obstetrícia, Pediatria, Geriatria, Reumatologia, Medicina Esportiva, Neurologia, Cardiologia e Pneumologia.

Além disso, o profissional pode escolher uma das áreas existentes no mercado de trabalho, incluindo fisioterapia clínica, trabalhando em hospitais, consultórios, clínicas, centros de reabilitação e ambulatórios; saúde coletiva, onde elabora programas de saúde; educação, lecionando ou desenvolvendo pesquisa e em saúde esportiva, recuperando atletas. Além de se especializar em determinadas atividades terapêuticas como acupuntura, quiropraxia e osteopatia.

 

A Quiropraxia é uma profissão na área da saúde que enfatiza o poder inerente do corpo para recuperar-se espontaneamente sem o uso de medicamentos ou cirurgias. A prática da quiropraxia concentra-se na relação entre a estrutura (primariamente a coluna vertebral) e a função (coordenada pelo sistema nervoso), e como esta relação afeta a preservação e restauração da saúde.

 

A Osteopatia é a medicina que lida com o sistema músculo-esquelético e cujo objetivo é reequilibrá-lo, melhorando a postura e eliminando dores devido à manipulação das articulações, colocando-as nas suas posições mais corretas, através do uso de manipulações e massagem. Para exercer a profissão é obrigatório o registro no Conselho Federal de Fisioterapia.

 

Terapia Ocupacional mantém saúde do paciente

O profissional que trabalha com Terapia Ocupacional utiliza a atividade para promover e manter a saúde do paciente e para prevenir ou minimizar a disfunção como resultado de doença (genética, súbita, etc), lesão, envelhecimento, carência social ou qualquer outro dano que provoque alguma incapacidade.

 

O termo "ocupação" refere-se a qualquer atividade ou tarefa necessária ao dia-a-dia do indivíduo como os autocuidados (ex: comer, vestir, tomar banho e socialização), produtividade (ex: estudar, trabalhar e cuidar da casa) ou ainda atividades de lazer (ex: jogar bola, correr e nadar). Assim, o Terapeuta Ocupacional trabalha de modo a capacitar o indivíduo para as suas ocupações do dia-a-dia utilizando atividades fundamentadas em diversas técnicas como instrumento de trabalho. A ocupação é vista como essencial à saúde.

 

O terapeuta ocupacional pode trabalhar com crianças, adolescentes, adultos e idosos em Centros de Saúde, Hospitais Gerais, Jardins de Infância, Escolas de Ensino Regular e Especial, Instituições para Idosos, Estabelecimentos Prisionais e Instituições de apoio a Toxicodependentes.  Ele trabalha, também, com pessoas portadoras de disfunção física, de modo a capacitá-las para o desempenho das suas ocupações diárias. Este profissional também precisa ter registro no Conselho de Terapia Ocupacional para exercer a profissão.

 

Fonte: IBGE

Voltar

09/04/2019 - OUVIDORIA EM FOCO

09/04/2019 - DIA MUNDIAL DA SAÚDE

05/04/2019 - NOTA ABERTA À POPULAÇÃO

30/11/2018 - PREOCUPAÇÃO COM A PROTEÇÃO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

09/11/2018 - DOAÇÃO DE SANGUE NO HFB

09/11/2018 - Novembro Azul conscientiza homens para prevenção do câncer de próstata.

 

HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
Av. Londres 616 - Bonsucesso - Rio de Janeiro - CEP:21041-030

(21) 3977-9500
284835 visitantes