HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
 
Comunicação Social  Notícias |   Clipping | Vídeo | HFB Informa | Informe HFB
Home
O Hospital
Gestão
Centro de Estudos
Comunicação Social
CCIH
Ouvidoria
HFB Ciência
Sua Saúde
Links
Recursos Humanos
Programa de Diabetes


  você está aqui > Home > Comunicação Social > Notícias

007/002/2008

HGB apóia Campanha de Incentivo ao Parto Normal

Por Thaís Martinelli



O Ministério da Saúde (MS) lançou, em maio, a Campanha de Incentivo ao Parto Normal, voltada para gestantes, familiares e médicos. Segundo o MS, o parto normal é o mais seguro tanto para a mãe quanto para o bebê e a intenção da campanha é diminuir o alto número de cesarianas desnecessárias realizadas anualmente no Brasil

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que apenas 15% dos partos, referentes aos de risco, sejam realizados com intervenção cirúrgica. Nestes casos a cesárea é indispensável. A média no país é de 43% de cesarianas e entre as mulheres que utilizam planos de saúde esse índice chega a 80%. Já no Sistema Único de Saúde, as cesáreas somam 26% do total de partos.

 

HGB apóia a Campanha

 

No HGB, a Campanha já era realizada antes mesmo de ser oficializada. Em 2007, do total de 2.658 partos realizados, 1.542 foram normais e 1.116 através da cesárea. Materiais informativos foram produzidos no ano passado, com o intuito de conscientizar as gestantes que dão entrada na Unidade.

 

Segundo a coordenadora do Centro de Atenção à Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente do HGB, Dra. Célia Vianna, houve uma época em que o número de cesáreas começou a crescer e por este motivo a chefia do Serviço de Obstetrícia faz uma análise de todos os pedidos, solicitando uma indicação precisa do parto. Além disso, o profissional que recebe a gestante no Setor de Admissão e na Sala de Parto introduz uma primeira conversa sobre os benefícios do parto normal, pois muitas mulheres insistem em fazer a cesárea porque pensam que não sentirão dor e não se preocupam com a recuperação.

 

Riscos presentes nas cirurgias

 

O alto índice de partos realizados com intervenção cirúrgica provoca vários problemas de saúde para a mãe, porque aumenta o risco de hemorragias e infecções. Para os bebês a situação não é diferente. O parto antecipado, como ocorre na maioria das cesarianas, resulta em problemas respiratórios e internação em UTI neonatal.

 

Já no parto natural o bebê pode ser imediatamente acolhido e ter vínculo com a mãe. E não há nada melhor para fortalecer o sistema imunológico da criança do que o afeto e o carinho.

 

As infecções causadas pelo parto são a terceira maior causa de morte dos recém-nascidos e elas acontecem muito mais em partos cirúrgicos. Com a cesariana, o bebê é separado da mãe no primeiro momento. Quando o aleitamento é iniciado o mais rápido possível, aumentam as defesas da criança.

 

Peças da Campanha do HGB

 

Peças da Campanha do MS

Voltar

09/04/2019 - OUVIDORIA EM FOCO

09/04/2019 - DIA MUNDIAL DA SAÚDE

05/04/2019 - NOTA ABERTA À POPULAÇÃO

30/11/2018 - PREOCUPAÇÃO COM A PROTEÇÃO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

09/11/2018 - DOAÇÃO DE SANGUE NO HFB

09/11/2018 - Novembro Azul conscientiza homens para prevenção do câncer de próstata.

 

HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
Av. Londres 616 - Bonsucesso - Rio de Janeiro - CEP:21041-030

(21) 3977-9500
349178 visitantes