HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
 
Comunicação Social  Notícias |   Clipping | Vídeo | HFB Informa | Informe HFB
Home
O Hospital
Gestão
Centro de Estudos
Comunicação Social
CCIH
Ouvidoria
HFB Ciência
Sua Saúde
Links
Recursos Humanos
Programa de Diabetes


  você está aqui > Home > Comunicação Social > Notícias

003/10/2010

HFB homenageia mulheres com evento comemorativo

Por Thiago Ribeiro



Música, alegria e muita emoção deram o tom às festividades pelo Dia Internacional da Mulher no Hospital Federal de Bonsucesso (HFB). A Unidade, que tem participação efetiva das mulheres nas diversas Clínicas e Serviços, reuniu direção e demais profissionais, autoridades do poder público e convidados, para comemorarem a data.

 

O evento aconteceu no dia 9 de março, no Auditório da Maternidade, e começou com apresentação do Coral da Comlurb, que empolgou o público com repertório de música popular brasileira. As canções emocionaram a plateia, que estava bastante animada e participou da apresentação, cantando e dançando, com destaque para a diretora-geral da Unidade, Dra. Sandra Azevedo e para a chefe da Divisão de Hotelaria, Rosa Lopes, que mostraram ter samba no pé durante a apresentação das músicas “Eu sou o samba” e “Isto aqui, o que é?”.

 

As homenagens começaram logo em seguida. Dra. Sandra escolheu duas mulheres atuantes no HFB, sendo uma gestora e uma servidora, que pudessem representar a força de trabalho das mulheres no Hospital. Maria de Fátima Lopes, presidente do Conselho Distrital da AP 3.1 e do Conselho de Gestão Participativa da Unidade, recebeu palavras de carinho e elogios da diretora pela luta em nome da comunidade. A segunda homenageada foi a enfermeira Glória de Maria Vieira que, segundo a Dra. Sandra, foi escolhida por representar a pureza e a transparência dos funcionários da Unidade. Conhecida por fazer paródias e imitações nos eventos do Hospital, Glória de Maria foi imitada pela chefe do Serviço de Hotelaria, Rosa Lopes, que caracterizou-se como a homenageada e fez encenações com uma câmera de filmar e uma maleta sempre carregada por ela. A imitação arrancou gargalhadas da plateia.

 

Mesa de Abertura

 

“Mulheres, nós somos o máximo”. Com esta frase, Dra. Sandra deu início à Mesa de Abertura formada por sete mulheres: Dra. Sandra Azevedo (Diretora-Geral do HFB); Dra. Lívia Frankenfeld (Diretora Médica-Assistencial do HFB); Leila Carvalho (Diretora Administrativa do HFB); Arlene Gidra (Diretora de Recursos Humanos do HFB); Cindi Mendes (representando a Divisão de Enfermagem do HFB); Cecília Teixeira (Presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher), e Inês Pandeló (Deputada Estadual).

 

Dra. Sandra ressaltou a participação efetiva das mulheres no HFB e destacou o fato de que a maioria dos cargos de chefia dos serviços e clínicas da Unidade é ocupada por representantes do sexo feminino. De 30 chefes, 23 são mulheres. “A mulher tem a capacidade de fazer várias coisas ao mesmo tempo e sabe administrar com eficiência grandes responsabilidades”, disse a diretora-geral do HFB. As demais integrantes da Mesa destacaram a conquista do espaço das mulheres ao longo dos anos e os avanços que ainda precisam ser feitos. Elas também ressaltaram a garra e a luta das profissionais de saúde e o trabalho de assistência do HFB em relação à saúde da mulher.   

 

Mesa-Redonda

 

Na sequência foi formada a Mesa-Redonda com o tema “Direitos das Mulheres, da Infância à 3ª Idade”. Moderada pelo coordenador do Centro de Atenção à Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente do HFB, Dr. Moysés Rechtman, a apresentação teve como palestrantes a presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher (CEDIM), Cecília Teixeira, a assessora parlamentar da Câmara dos Deputados, Gleyde Selma da Hora, e a promotora do Ministério Público, Dra. Patrícia Hauer.

 

Dr. Moysés falou sobre os direitos das mulheres, a aplicação das leis que as protege e da questão cultural que estabelece as diferenças entre os sexos. A presidente do CEDIM, Cecília Teixeira, destacou o Plano Nacional de Políticas para as Mulheres e o combate à violência contra a mulher. A assessora parlamentar, Gleyde da Hora, abordou as leis que tratam dos direitos da mulher, como a licença-maternidade e a Lei Maria da Penha, que instituiu como crime a violência contra mulher. Ela ressaltou a importância de o Hospital fazer a notificação compulsória dos casos de violência feminina. Já a Dra. Patrícia Hauer explicou os principais pontos da Constituição Federal que tratam dos direitos humanos e falou sobre a importância da aproximação entre a saúde e a promotoria pública. “Os profissionais de saúde são muito importantes para o trabalho do Ministério Público no combate à violência contra a mulher, a criança e o adolescente”, afirmou. 

 

O evento foi encerrado com sorteio de brindes e com um coquetel servido aos convidados.

  

 

Voltar

09/04/2019 - OUVIDORIA EM FOCO

09/04/2019 - DIA MUNDIAL DA SAÚDE

05/04/2019 - NOTA ABERTA À POPULAÇÃO

30/11/2018 - PREOCUPAÇÃO COM A PROTEÇÃO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

09/11/2018 - DOAÇÃO DE SANGUE NO HFB

09/11/2018 - Novembro Azul conscientiza homens para prevenção do câncer de próstata.

 

HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
Av. Londres 616 - Bonsucesso - Rio de Janeiro - CEP:21041-030

(21) 3977-9500
284797 visitantes