HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
 
Comunicação Social  Notícias |   Clipping | Vídeo | HFB Informa | Informe HFB
Home
O Hospital
Gestão
Centro de Estudos
Comunicação Social
CCIH
Ouvidoria
HFB Ciência
Sua Saúde
Links
Recursos Humanos
Programa de Diabetes


  você está aqui > Home > Comunicação Social > Notícias

005/007/2012

26 de abril: Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial



Por Naiara Cardoso

Ela é conhecida como uma doença silenciosa e um dos principais fatores de risco para doenças cardiovasculares, como o AVC (acidente vascular cerebral) e o infarto do miocárdio, as duas principais causas de morte no Brasil. A hipertensão arterial, ou pressão alta, como popularmente é chamada, é causada pela elevação da pressão sanguínea, devido ao enrijecimento das veias e artérias.

Em 2002, a Lei Federal nº 10.439 instituiu o dia 26 de abril como Dia Nacional de Combate e Prevenção à Hipertensão Arterial, com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância da prevenção e controle da doença.

“Cronicamente, a hipertensão vai lesando os vasos sanguíneos, que vão ficando doentes. Os principais órgãos atingidos são rins, coração, cérebro, membros inferiores e os olhos”, observa Ubiratan Rios, cardiologista do Hospital Federal de Bonsucesso (HFB).

Não existe uma única causa para a doença, que atinge principalmente pessoas entre 30 e 55 anos. A hipertensão pode ser desencadeada por fatores hereditários e distúrbios endócrinos e metabólicos. Obesidade e diabetes também são doenças que favorecem o desenvolvimento da pressão alta. Mas os especialistas chamam a atenção para os hábitos alimentares e o estilo de vida entre suas principais causas, e também para o fato de que a prevenção deve ser iniciada ainda na infância.

“As crianças estão comendo comidas que não deveriam comer, comidas muito ricas em sódio e gordura. Sanduíches, pipocas, biscoitos industrializados, além de refrigerantes. Somado a isso, o sedentarismo deve ser outra preocupação. As crianças hoje vivem trancadas, sem espaço para brincar. A hipertensão é uma doença que começa a ser combatida na infância”, alerta Rios.

Normalmente, a pressão arterial de um adulto sadio oscila em torno de 18 por 8. A pessoa é considerada hipertensa quando a pressão arterial é igual ou superior a 14 por 9. Em alguns casos, pode ocasionar dores de cabeça, tontura e falta de ar. Mas, na grande maioria das vezes, é uma doença que não apresenta sintomas e que justamente por isso é tão perigosa.

“O principal problema da hipertensão é que ela é uma doença silenciosa e com complicações ao longo do tempo. Geralmente é um processo crônico, mas também pode acontecer, em alguns casos, a falência aguda dos órgãos”, explica a cardiologista Ana Luísa Mallet, também do HFB.

Apesar de crônica e de representar um dos principais fatores de risco para doenças cardiovasculares, a hipertensão arterial é uma doença controlável, e com a qual o paciente, desde que siga as recomendações médicas, pode conviver sem complicações durante toda a vida.

Nem sempre a medicação é o mais indicado. Quando a pressão apresenta níveis ainda não muito elevados, o controle é feito com dieta, exercícios e interrupção de hábitos que são fatores de risco como tabagismo. Quando necessários, os remédios são de fácil acesso. “Nos casos em que há a necessidade de remédios, o Ministério da Saúde possui em sua grade quase todos os medicamentos para controle da pressão disponíveis gratuitamente ou na Farmácia Popular”, lembra a cardiologista.

Voltar

09/04/2019 - OUVIDORIA EM FOCO

09/04/2019 - DIA MUNDIAL DA SAÚDE

05/04/2019 - NOTA ABERTA À POPULAÇÃO

30/11/2018 - PREOCUPAÇÃO COM A PROTEÇÃO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

09/11/2018 - DOAÇÃO DE SANGUE NO HFB

09/11/2018 - Novembro Azul conscientiza homens para prevenção do câncer de próstata.

 

HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
Av. Londres 616 - Bonsucesso - Rio de Janeiro - CEP:21041-030

(21) 3977-9500
349173 visitantes