HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
 
Comunicação Social  Notícias |   Clipping | Vídeo | HFB Informa | Informe HFB
Home
O Hospital
Gestão
Centro de Estudos
Comunicação Social
CCIH
Ouvidoria
HFB Ciência
Sua Saúde
Links
Recursos Humanos
Programa de Diabetes


  você está aqui > Home > Comunicação Social > Notícias

005/31/2012

Melhorias são implantadas na Unidade de Suporte de Emergência do HFB



Por Thaís Martinelli

A Unidade de Suporte de Emergência (USE) do Hospital Federal de Bonsucesso, desde março de 2012, passa por mudanças administrativas para melhoria no atendimento à população. Segundo o coordenador do setor, Dr. Fábio Neffa, o objetivo das ações é aprimorar os fluxos e processos de trabalho na Divisão de Emergência e melhorar o atendimento e cuidados relativos à saúde para a população. “Esperamos estreitar o tempo de atendimento entre classificação de risco e atendimento médico, além de reduzir o tempo de permanência dos pacientes na emergência”, disse ele.

A equipe da USE, sob a coordenação do Dr. Fábio, conta ainda com a coordenadora clínica, Dra. Marcelle Nossar; o coordenador cirúrgico, Dr. Antônio Paulo Pereira; o coordenador de Enfermagem, Josenir Trajano; a administradora do setor, Jorgenete Carvalho, além de cirurgiões gerais, clínicos, ortopedistas, pediatras, enfermeiros e auxiliares de enfermagem para atender durante os plantões da semana. Segundo Dra. Marcelle, atualmente três profissionais ficam responsáveis pela rotina fixa nas enfermarias masculina e feminina, o que estabelece uma confiança maior do paciente com o médico, pois o mesmo profissional faz a visita nos dias da semana e acompanha a evolução do quadro.

Outra novidade da USE é o Laboratório Crítico, que começou a funcionar em abril deste ano e tem como objetivo identificar com maior rapidez o paciente crítico. Os resultados alterados são informados imediatamente aos chefes de equipe ou à administradora da Emergência por contato telefônico. “Há uma melhora significativa no fluxo de atendimento assistencial, pois iniciamos de forma mais imediata a avaliação e o tratamento adequado para o paciente a partir da intervenção do médico”, disse a coordenadora clínica.

Para o Dr. Fábio, será possível identificar com rapidez e precisão, através de dados sentinelas laboratoriais, pacientes com doenças graves ou com potencial de morbimortalidade. “Os dados serão difundidos a outras instâncias administrativas a fim de facilitar o processo de regulação de pacientes na rede de saúde municipal e estadual, entre outras”, ressaltou Dr. Fábio.

O censo da Emergência também passou por modificações com a aplicação da ferramenta de gestão de processos KANBAN, já implantado em outras unidades hospitalares com sucesso. “Uma nova identificação será colocada no leito do paciente em que será possível classificar seu tempo de internação, sendo I para 24h, II de 24h a 72h e III a partir de 72h”, explicou Dra. Marcelle. Além disso, a data em que o paciente foi regulado e o motivo da permanência dele na USE foram incluídos.

Já o Protocolo de Queda, previsto para ser implantado em junho, identifica o paciente com risco de queda, como os que fazem uso de medicação que cause efeitos colaterais relevantes.

Voltar

21/04/2019 - INAUGURAÇÃO DE SERVIÇO

21/04/2019 - COLOCAÇÃO DE PRÓTESE FONATÓRIA

21/04/2019 - DIA DO OBSTETRA

21/04/2019 - AÇÃO INTEGRADA PARA HOSPITAIS FEDERAIS

09/04/2019 - DIA MUNDIAL DA SAÚDE

09/04/2019 - OUVIDORIA EM FOCO

 

HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
Av. Londres 616 - Bonsucesso - Rio de Janeiro - CEP:21041-030

(21) 3977-9500
336601 visitantes