HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
 
Comunicação Social  Notícias |   Clipping | Vídeo | HFB Informa | Informe HFB
Home
O Hospital
Gestão
Centro de Estudos
Comunicação Social
CCIH
Ouvidoria
HFB Ciência
Sua Saúde
Links
Recursos Humanos
Programa de Diabetes


  você está aqui > Home > Comunicação Social > Notícias

009/18/2012

Amorvit completa 25 anos de fundação



Por Fábio Borges

Nesta quarta-feira (19/09), a partir das 10h, a Associação dos Movimentos dos Renais Vivos e Transplantados do Rio de Janeiro (Amorvit) comemora seus 25 anos de criação, com uma grande festa na Praça da Liberdade do Hospital Federal de Bonsucesso (HFB). No comando da celebração está o presidente da Associação, Roque Pereira da Silva (foto), que nos conta um pouco de sua trajetória e do bonito trabalho que faz no auxílio aos pacientes renais do Rio de Janeiro. “Inclusive, o buffet do evento foi criado por três alunos de um curso promovido pela Amorvit. A empresa é formada por dois pacientes renais e um transplantado”, comemora Roque.

Foi no final do ano de 1986 que o então fotógrafo Roque Pereira da Silva, ao final dos seus 20 anos de idade, descobriu que era portador de insuficiência renal crônica e, a partir de então, teria que fazer hemodiálise periodicamente até conseguir o transplante do órgão. A partir de então passou a frequentar a Farmácia de Medicamentos Excepcionais que funcionava na rua Moncovo Filho. “Foi lá que percebi o drama dos pacientes renais, quando fui perguntar para eles sobre as dificuldades que tinham para conseguir os medicamentos”. Estava plantada a primeira semente para a criação da Amorvit.

Junto com outro paciente, Cesar Augusto, hoje já falecido, Roque mobilizou o grupo para a criação da Associação, pois não poderia conviver com o absurdo de ver os “cerca de 180 a 200 pacientes, todos os dias, que esperavam das 17h até as 8h da manhã do dia seguinte” para conseguir a medicação, como conta Roque. Ele lembra que não foi fácil garantir o direito desses pacientes. “Tivemos que fazer manifestações, passeatas, e ainda brigamos muito também pela qualidade das máquinas de hemodiálise, que hoje já são bem avançadas”, lembra.

Ao falar de sua trajetória e principalmente do vínculo com o Hospital Federal de Bonsucesso, onde Roque fez seu transplante de rim há 10 anos, a emoção da luta vem à tona. “Me emociono muito ao falar sobre como chegamos até aqui. Ganhamos muito com a parceria com o HFB. Já desenvolvemos cursos de capacitação em Hemodiálise, para padeiro, confeiteiro, fotógrafo, cinegrafista, entre outros que ajudaram a recolocar o paciente transplantado no mercado de trabalho. Sem falar que, sem esta Unidade eu não sei o que seria dos pacientes renais do Rio de Janeiro”, conta Roque, lembrando que até pacientes de outros estados vêm transplantar no HFB.

Entre os trabalhos da Associação está a fiscalização das clínicas de hemodiálise e a luta pelo reconhecimento do transplantado renal como um paciente que ainda necessita de cuidados especiais. Roque fala também da representatividade que a Associação conseguiu junto ao Conselho Nacional de Saúde (CNS) como “uma das melhores associações de doentes renais do Estado do Rio de Janeiro”. E em função desse trabalho, sem qualquer tipo de remuneração ou apoio financeiro, Roque, que hoje é aposentado, viaja para diversos municípios do Estado onde dá palestras sobre a questão da insuficiência renal. “Muitas pessoas não sabem, por exemplo, que a infecção urinária está entre os maiores índices de causa de doença renal”, alerta Roque, que trabalha por um ideal sem receber nada por isso.

Voltar

09/04/2019 - OUVIDORIA EM FOCO

09/04/2019 - DIA MUNDIAL DA SAÚDE

05/04/2019 - NOTA ABERTA À POPULAÇÃO

30/11/2018 - PREOCUPAÇÃO COM A PROTEÇÃO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

09/11/2018 - DOAÇÃO DE SANGUE NO HFB

09/11/2018 - Novembro Azul conscientiza homens para prevenção do câncer de próstata.

 

HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
Av. Londres 616 - Bonsucesso - Rio de Janeiro - CEP:21041-030

(21) 3977-9500
279631 visitantes