HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
 
Comunicação Social  Notícias |   Clipping | Vídeo | HFB Informa | Informe HFB
Home
O Hospital
Gestão
Centro de Estudos
Comunicação Social
CCIH
Ouvidoria
HFB Ciência
Sua Saúde
Links
Recursos Humanos
Programa de Diabetes


  você está aqui > Home > Comunicação Social > Notícias

008/10/2016

Agosto: Mês Mundial para conscientização de Amamentação



Por Fabiana Macabu

Agosto é o Mês de conscientização da Amamentação em todo o mundo, neste ano está sendo promovida uma importante reflexão sobre os benefícios do leite materno, um alimento natural, sustentável e econômico. O Ministro da Saúde, Ricardo Barros, destacou no dia 6 de agosto, durante o evento de comemoração da Semana Mundial de Amamentação, que o tempo de aleitamento exclusivo praticado pelas mães no Brasil aumentou de dois meses e meio para 11 meses.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a amamentação evita infecções respiratórias e diarreia, pois o leite transmite nutrientes e anticorpos fundamentais para o bebê. A OMS afirma ainda que se todos os bebês fossem amamentados até pelo menos o sexto mês, 72% e 57% das internações hospitalares resultantes dessas duas doenças seriam evitadas.

O Ministro ressaltou que incentivar o aleitamento materno é prioridade da atual gestão. “É uma alimentação saudável para o bebê, transmite anticorpos para as mães e é uma solução natural. Esta é uma política a que o governo tem dedicado prioridade porque ajuda na prevenção de doenças nas crianças e melhora a saúde das mães”, afirma.

O coordenador do Centro de Atenção à Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente do HFB, dr. Moyses Rechtman, afirma que os profissionais da Maternidade têm curso de aleitamento e trabalham envoltos dessa questão. “Há atividades dentro da enfermaria. Se há dificuldades, a Enfermagem ajuda com o aprendizado dessa amamentação”, explica.

A enfermeira Célia Regina Nurck e a técnica de enfermagem Iolanda Dias, da Sala de Apoio à Amamentação do HFB, afirmam que o setor promove avaliação no Alojamento Conjunto, na UI Neonatal e na UTI Neonatal (dependendo da gravidade do recém-nascido). “Nós precisamos de uma mãe cooperativa que vê a importância do aleitamento. Quando isso não acontece, nós fazemos uma orientação para mostrar o quanto é importante amamentar o bebê”, destacam.

Dr. Moyses lembra que há um processo conscientização, que começa no pré-natal e depois quando a mãe ganha o bebê. “Apoiamos o aleitamento em todos os setores da Maternidade”, diz.

A enfermeira ressalta o trabalho de desfazer a dificuldade que algumas mães criam para amamentar. “Nós chamamos o pediatra, a psicóloga e tentamos humanizar o momento. Falamos para elas o quanto os seus bebês são lindos e precisam do leite. Mostramos como os outros recém-nascidos estão bem com a amamentação. Até que conseguimos ganhar a aceitação delas”, destaca Célia Regina.

Quando a criança já está na alimentação complementar saudável, a OMS recomenda que os bebês recebam leite materno até os dois anos ou mais.

Voltar

09/04/2019 - OUVIDORIA EM FOCO

09/04/2019 - DIA MUNDIAL DA SAÚDE

05/04/2019 - NOTA ABERTA À POPULAÇÃO

30/11/2018 - PREOCUPAÇÃO COM A PROTEÇÃO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

09/11/2018 - DOAÇÃO DE SANGUE NO HFB

09/11/2018 - Novembro Azul conscientiza homens para prevenção do câncer de próstata.

 

HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
Av. Londres 616 - Bonsucesso - Rio de Janeiro - CEP:21041-030

(21) 3977-9500
349205 visitantes