HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
 
Comunicação Social  Notícias |   Clipping | Vídeo | HFB Informa | Informe HFB
Home
O Hospital
Gestão
Centro de Estudos
Comunicação Social
CCIH
Ouvidoria
HFB Ciência
Sua Saúde
Links
Recursos Humanos
Programa de Diabetes


  você está aqui > Home > Comunicação Social > Notícias

009/12/2016

Adenomiose pode causar abortos



Por Fabiana Macabu

Com sintomas parecidos da já conhecida Endometriose, como sangramento excessivo e dores fortes, a Adenomiose atinge cerca de 15% das mulheres com mais de 35 anos. A informação é da Sociedade de Endometriose e Patologia Uterina. A doença é caracterizada pela infiltração do tecido endometrial na musculatura uterina.

Quando pedaços de endométrio, que deveriam ir embora com a menstruação, aparecem no miométrio provocando inflamação dentro da camada muscular ocorre a Adenomiose. A doença precisa ser diagnosticada no começo para evitar ocorrências mais graves, como a infertilidade ou abortos espontâneos.

O ginecologista, especialista em Endoscopia Ginecológica e preceptor da Residência Médica do Serviço de Ginecologia do HFB, dr. Thiago Rodrigues Dantas Pereira, explica que no caso da infertilidade o embrião tem dificuldade de se fixar no útero. “Já quando ocorrem abortos é porque a inflamação endometrial provoca contrações uterinas descoordenadas”, afirma.

Segundo o médico, as mulheres que optam por engravidar um pouco tarde correm mais riscos de desenvolver a Adenomiose. “Isso se dá pela história obstétrica da paciente. Geralmente, aquelas com mais de 35 anos já passaram por cirurgias ginecológicas que podem ter causado trauma no útero, abortos de repetição ou curetagem (limpeza e raspagem do colo uterino). Então quanto maior a prevalência da idade mais risco de ter a doença”, explica.

Dr. Thiago diz que cerca de 30% dos casos da doença se mostram na forma difusa, que atinge toda a espessura do miométrio. Além disso, grande parte das mulheres que têm Endometriose também apresentam Adenomiose.

Além de volume menstrual alto e dores fortes, a patologia também provoca dor durante a relação sexual, inchaço abdominal e cólicas menstruais agressivas. “Esses sintomas causam um impacto direto na qualidade de vida da mulher”, ressalta o médico.

Para o diagnóstico da Adenomiose é necessário que a mulher vá ao ginecologista regularmente e faça os exames de ultrassonografia ou ressonância magnética.

Voltar

09/04/2019 - OUVIDORIA EM FOCO

09/04/2019 - DIA MUNDIAL DA SAÚDE

05/04/2019 - NOTA ABERTA À POPULAÇÃO

30/11/2018 - PREOCUPAÇÃO COM A PROTEÇÃO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

09/11/2018 - DOAÇÃO DE SANGUE NO HFB

09/11/2018 - Novembro Azul conscientiza homens para prevenção do câncer de próstata.

 

HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
Av. Londres 616 - Bonsucesso - Rio de Janeiro - CEP:21041-030

(21) 3977-9500
279752 visitantes