HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
 
Comunicação Social  Notícias |   Clipping | Vídeo | HFB Informa | Informe HFB
Home
O Hospital
Gestão
Centro de Estudos
Comunicação Social
CCIH
Ouvidoria
HFB Ciência
Sua Saúde
Links
Recursos Humanos
Programa de Diabetes


  você está aqui > Home > Comunicação Social > Notícias

12/15/2016

HFB orienta sobre Câncer de Próstata



Por Fábio Borges

A Coordenação de Atenção Comunitária e Voluntariado (CACVOL) e o Centro de Estudos, Aperfeiçoamento e Pesquisa (CEAP) do Hospital Federal de Bonsucesso (HFB), com a colaboração do Serviço de Urologia do Hospital, promoveram, no último dia 30/11, evento dedicado à Saúde do Homem. Na ocasião foram ministradas palestras com o objetivo de sensibilizar e estimular os homens para que tenham mais cuidado com sua Saúde.

A campanha pela prevenção da Saúde do Homem no HFB contou com as presenças de representantes da classe artística, preocupados em obter informações e divulgar para seus públicos sobre a importância para os homens de manter hábitos saudáveis, além de visitas frequentes ao médico para realização de exames de rotina. Entre os músicos presentes estavam integrantes do Grupo Fundo de Quintal, Ubirany e Paulo Batera, o compositor de Poeira, da cantora Ivete Sangalo, Lorenço Olegário, Jorge Santana, o produtor musical Celso Santana e Milton Manhãs e o presidente da Ordem dos Músicos do Brasil (OAB) Mauro Almeida, convidados pelo diretor-adjunto do HFB, Dr. Jefferson Santana.

Alteração do PSA e do Toque Retal nem sempre indica câncer de próstata

O residente R3 do Serviço de Urologia do HGB, Dr. Ângelo Maioi (de pé na foto), esclareceu questões básicas a respeito do tema. “A próstata tem o aspecto semelhante a de uma noz e produz um líquido prostático importante para a função reprodutora”, explicou de forma bem didática para um público predominantemente de usuários leigos no assunto. O médico lembrou também que “algumas das doenças mais comuns são prostatite, que é a inflamação da próstata, hiperplasia prostática benigna, que é o aumento da próstata que acontece com a idade, que acontece com a maior parte dos homens e o câncer de próstata”.

Uma questão importante colocada é que todas essas doenças relatadas podem apresentar alteração no exame do PSA, que verifica o aumento da próstata bem como alteração no toque retal. Isso significa, de acordo com os médicos, que nem sempre uma alteração do PSA será indicativo de câncer de próstata.

Pesquisa do INCA

O Dr. Ângelo apresentou aos participante uma tabela produzida pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA). “Esta tabela é uma estimativa do número de casos novos, do sexo masculino no Brasil em 2016. Essa tabela exclui o câncer de pele que é, de longe, o câncer que mais acomete todas as pessoas, tanto homens quanto mulheres”.

O urologista chama atenção, ainda sobre os dados do INCA, que “especificamente no homem a gente vê que o câncer de próstata registrou cerca de 61 mil casos novos em uma estimativa de 2016; e em segundo lugar é o câncer de pulmão, com cerca de 17 mil e em terceiro o câncer de cólun de reto com cerca de 16 mil. Isso mostra a importância que o Câncer de Próstata trás para a sociedade, por conta de ser uma doença que tem uma incidência muito alta: cerca de cinco vezes mais do que o segundo tipo de câncer mais comum que é o de pulmão”, alertou.

Promoção e prevenção como principais aliados para evitar a doença aumentar taxa de cura e reduzir mortalidade

Os dados apresentados corroboram a necessidade de um trabalho intenso de promoção e prevenção desta patologia junto a população e a conscientização e engajamento dos profissionais de saúde para que reforcem a preocupação neste sentido até mesmo como uma forma de tratamento da doença.

O Câncer de Próstata apresenta também alguns fatores de risco que que não podem ser controlados, como a idade. “Quanto mais idade tem o paciente, mais chance existe que o câncer de próstata se manifestar, além do fator genético” lembra o Dr. ângelo. Por outro lado existem os fatores de risco que podem e devem ser controlado, como a manutenção de uma dieta balanceada e o combate ao sedentarismo. Esta preocupação se torna anda mais importante quando sabemos que, a cada seis homens, um apresentará diagnóstico de câncer de próstata, um risco de 16%, e um a cada 36 homens morrerão de câncer de próstada, um risco de morte de 2.7%.

Bruno França: “A prevenção e detecção precoce são essenciais em qualquer país do mundo para a redução da mortalidade relacionadas ao câncer de próstata”

O médico urologista Bruno França (foto ao lado), do Serviço de Oncologia do HFB, elegeu como destaque se sua apresentação não apenas a questão da próstata. “Eu acho que o foco deve ser uma campanha que foi desenvolvida para conscientizar a população masculina e para quebrar a questão do preconceito, para despertar no homem a busca pela prevenção da saúde de uma maneira geral”. Dr. Bruno faz uma devesa consistente e convicta da prevenção e da detecção precoce. “Estas são justamente as maneiras de você diminuir a mortalidade, os casos de óbito, relacionados ao câncer de próstata, Isso é essencial em qualquer sociedade, em qualquer país do mundo”, garante.

Bruno alerta ainda para o cuidado necessário na realização dos exames de PSA e de próstata, sem descartar, que a sua realização é fundamental como as principais ferramentas de diagnóstico disponíveis atualmente. “O próprio aumento benigno da próstata relacionado à idade, o que é normal, aumenta o PSA. A infecção urinária aumenta o PSA, prostatite, inflamação da próstata, aumentam o PSA, relação sexual aumenta o PSA. Então são pontos que devem ficar bem claros que podem gerar ansiedade e confusão”, explica. Por fim, o médico reforça que o PSA ainda é o melhor marcador para a detecção e o rastreamento do câncer de próstata e que deve ser realizado e acompanhado por profissionais devidamente qualificados.

Simone Pires, da CAP 3.1, aborda outros aspectos da Saúde do Homem

A palestrante convidada, Simone Pires (foto ao lado), responsável pela Linha de Cuidado da Divisão de Ações e Programas de Saúde da CAP 3.1, falou sobre a perspectiva do amento da demanda dos casos de câncer de próstata para os próximos anos e das ações necessárias para a absorção desta demanda. Ao apresentar a convidada, a organizadora do evento, Luciana Moreira Eufrázio, aproveitando o sucesso das apresentações, fez um apelo para que este evento seja incorporado ao calendário do HFB. “Esperamos que esta demanda, nos próximos anos, seja realmente aumentada, que este movimento se incorpore pela sua necessidade de se promover cada vez mais este tipo de evento sobre a saúde do homem, e para isso contamos com a adesão de todos os nossos usuários”, enfatizou. Ela fala também que um dos motivos para a presença da Simone Pires no evento é deixar claro que “a saúde do homem não se restringe apenas ao exame da próstata”.

Voltar

09/04/2019 - OUVIDORIA EM FOCO

09/04/2019 - DIA MUNDIAL DA SAÚDE

05/04/2019 - NOTA ABERTA À POPULAÇÃO

30/11/2018 - PREOCUPAÇÃO COM A PROTEÇÃO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

09/11/2018 - DOAÇÃO DE SANGUE NO HFB

09/11/2018 - Novembro Azul conscientiza homens para prevenção do câncer de próstata.

 

HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
Av. Londres 616 - Bonsucesso - Rio de Janeiro - CEP:21041-030

(21) 3977-9500
304793 visitantes