HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
 
Comunicação Social  Notícias |   Clipping | Vídeo | HFB Informa | Informe HFB
Home
O Hospital
Gestão
Centro de Estudos
Comunicação Social
CCIH
Ouvidoria
HFB Ciência
Sua Saúde
Links
Recursos Humanos
Programa de Diabetes


  você está aqui > Home > Comunicação Social > Notícias

007/16/2004

Formação de profissionais de saúde em debate



Uma delegação do Hospital Geral de Bonsucesso (HGB) participou, nesta sexta-feira (16/07), no Instituto Nacional de Cardiologia de Laranjeiras (INCL), da reunião que teve como tema principal as mudanças na concepção de ensino e formação na residência médica e de demais profissionais de saúde. O encontro, organizado por Laura Feurewerker, coordenadora geral de Ações Estratégicas em Educação na Saúde, do Ministério da Saúde (MS) e Regina Benevides, coordenadora  da Política Nacional de Humanização, do MS, foi o primeiro de uma série  para discutir a questão.

O grupo representante do HGB  foi composto pelos pediatras Dr. Paulo Fernandes,  Dra. Lívia Frankefeld, ambos do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento, Dra. Cristina Ortiz, diretora médico-assistencial, e a enfermeira Helena Seidl, chefe de gabinete da Direção. Profissionais do Grupo Hospitalar Conceição (GHC), de Porto Alegre também compareceram ao debate, onde foram discutidas as deficiências existentes na política de formação dos estudantes, e a apresentação de propostas de melhorias.

Dra. Cristina Ortiz viu neste encontro a oportunidade de promover a mudança esperada. “Este é um momento histórico. É muito importante estarmos discutindo questões tão complexas e que urgem por uma melhoria na formação dos residentes nas diferentes áreas da medicina.”

Dr. Ricardo Burg Ceccim, diretor do Departamento de Gestão da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, também destacou a importância desta discussão. “É o momento de nós, do MS, assumirmos uma posição diante da questão. Porque muitas vezes falamos da necessidade de mudanças urgentes, mas esquecemos que nós mesmos devemos conduzir e promover tais mudanças, ao invés de esperar por outro órgão”. Segundo o diretor, essas reuniões farão o questionamento das práticas pedagógicas atuais e todo o projeto de formação dos estudantes. “Com isso poderemos traçar o perfil ideal do profissional”, concluiu.

 

Laura Feuerwerker, aprofundou a discussão. A coordenadora disse que é necessário haver uma humanização no atendimento médico. Ela explicou que o residente deve ter a capacidade de aprender a fazer uma intervenção integral. “Devemos formar especialistas que possam compreender seus pacientes de maneira mais ampla, e não somente diagnosticar a doença”. Laura falou, ainda, que o residente deve aprender a dialogar e acompanhar todo o processo de cura da pessoa assistida, e também entender que as causas de uma doença não se restringem apenas ao ensinado nos livros.

 

O coordenador da Residência Médica do INCL, Dr. Daniel Kopiler, também se mostrou preocupado com a qualidade na preparação acadêmica dos futuros médicos. Segundo ele, um dos problemas na questão da formação de profissionais se encontra na própria estrutura de ensino. “Eles saem da faculdade sem qualquer especialização. As universidades não estão oferecendo o apoio necessário. Temos que mudar esta situação”.

 

Já Dr. Júlio Baldisserotto, um dos representantes do GHC, apresentou algumas soluções para promover melhorias no preparatório dos alunos. Ele defendeu a criação de mecanismos de incentivos como a participação dos estudantes em congressos e em grupos de pesquisas especializadas.

Voltar

09/04/2019 - OUVIDORIA EM FOCO

09/04/2019 - DIA MUNDIAL DA SAÚDE

05/04/2019 - NOTA ABERTA À POPULAÇÃO

30/11/2018 - PREOCUPAÇÃO COM A PROTEÇÃO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

09/11/2018 - DOAÇÃO DE SANGUE NO HFB

09/11/2018 - Novembro Azul conscientiza homens para prevenção do câncer de próstata.

 

HFBnet - Hospital Federal de Bonsucesso
Av. Londres 616 - Bonsucesso - Rio de Janeiro - CEP:21041-030

(21) 3977-9500
349082 visitantes